fazendo o “gerenciamento semanal da geladeira”, percebi que tinha muito iogurte feito em casa. quis logo preparar algo para aproveitá-lo e lembrei-me, então, de um bolo de iogurte que tinha comido e achado muito bom dia desses. acrescente-se a isso o fato de que eu sou fã de iogurte na massa de bolos. ficam tão macios, fofos, é uma coooisa. fácil concluir o que se passou na seqüência :).

dei uma gugada básica e achei uma receitynha que me pareceu bem fácil de se preparar. minha idéia inicial era fazer um bolo de iogurte simples, mas lendo os comentários, encontrei um adendo de uma leitora chamada cintia gutierri que dizia que havia preparado exatamente como sua mãe fazia, acrescentando um certo recheio. a maneira como ela descreveu suas memórias me encantou. era tão singelo, cheio de uma alegria “ingênua, doce, infantil” como me disse o meu mais novo amigo de infância :) que aquilo me fisgou.

um ôto amigo querido tinha aceitado meu convite para trabalharmos juntos aqui em casa, já que nós dois trabalhamos sós cada um em sua casa. achei que era uma ótima oportunidade para testar a receita.

acabei por fazer uma receita dupla, porque queria um bolo grande. ficou di-vi-no.

e, agora, sem mais delongas: com vocês, a receyta!

ingredientes
massa
» 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
» 1 colher (sopa) de fermento em pó
» 1 xícaras (chá) de açúcar demerara
» 2 ovos
» 2 xícaras (chá) de iogurte natural
» 1/2 xícara (chá) de óleo

recheio
» 3 maçãs pequenas com casca fatiadas fininhas
» 1/2 xícara (chá) de passas pretas
» 1/2 xícara (chá) de nozes picadas
» mistura de açúcar e canela a gosto

modo de fazer
misture açúcar, farinha e fermento e reserve.

numa tigela grande, bata ligeiramente os ovos, acrescente o óleo e o iogurte e misture delicadamente com a ajuda de um fouet até resultar numa mistura homogênea.

aos poucos, vá acrescentando a mistura seca sobre a molhada. vá mexendo com uma colher de pau até juntar ambas as misturas.

em uma assadeira untada e enfarinhada, deite metade da massa. sobre ela, arrume caprichosamente as fatias de maçã, passas e nozes. salpique metade da mistura de açúcar e canela e cubra com o restante da massa. nesse ponto, você vai precisar de um pouco de paciência, pois a massa é do tipo “peguenta”.

depois de cobrir o recheio, polvilhe com o restante da mistura de açúcar e canela e leve a assar. quando corar, faça o teste do palito para saber se está pronto.

sugestão fatias de abacaxi me soam como deliciosa possibilidade no lugar das maçãs. tenho vontade de experimentar de uma próxima vez, isso quando minha gastrite estiver curada! também acho que passas bêbadas podem produzir olorosos resultados! para acompanhar, uma chávena de chá frutado como maçã e canela :). ótima pedida para aquele chá da tarde gostosinho!

serviço adaptado da receita de Magali Boppre Correa @ cybercook

Anúncios